Milão: roteiro de 24 horas

By Tati Bertucci - maio 02, 2018

Milão, Itália: roteiro de 24 horas


Milão foi uma cidade que conheci em apenas 24 horas e neste roteiro você confere tudo o que pode visitar tendo pouco tempo.

Essa minha primeira visita a esta cidade da Itália aconteceu em janeiro de 2018 e eu não tinha expectativas muito altas, porque fazia muito frio, a previsão do tempo me mostrava um dia nublado e algumas pessoas me falaram que a cidade não tinha muita graça, além da famosa Catedral de Milão.

Talvez as expectativas baixas e o fato de eu ter passado meses numa cidade pequena e pacata me fizeram ficar surpreendida com a beleza de Milão e com a energia dessa capital movimentada.

Antes de acompanhar o roteiro em texto, que tal assistir as imagens que fiz por lá? Aperta o play:


Infelizmente, a bateria da minha câmera acabou antes do previsto e o pouco tempo na cidade me impediu de registrar mais do seu povo cheio de estilo, o movimento, o charme de alguns bairros e muito mais.

Gostei tanto que até considerei morar lá um dia, se não fosse uma das cidades mais caras da Itália!


O que fazer em Milão?


→ Isola: é um bairro moderno de Milão, com prédios novos e altos, que contrastam bastante com a arquitetura antiga da Itália.

Nesse bairro está localizado o Bosco Verticale, que costuma ser um ponto de interesse. Ele nada mais é do que um prédio com bastante plantas nas sacadas, que resultam num "bosque vertical".

→ Duomo di Milano: a Catedral de Milão, sem dúvida, é a coisa mais incrível de se visitar na cidade.

O valor para entrar na Catedral de Milão é 3€ (referente janeiro/2018) e é possível subir no terraço e ver a cidade do alto!

O valor para subir até o terraço pelas escadas é 9€ e 13€ por elevador.

Eu visitei tanto a Catedral por dentro, quanto o terraço, subindo à pé, e paguei o valor total de 12€. 😊




Eu acho que vale a pena visitar tudo numa primeira vez e nas suas próximas idas à Milão você decide se quer entrar só na Catedral, só no terraço, fazer tudo de novo ou só passar em frente haha.

Com toda a certeza eu subiria no terraço novamente. 😃

→ Luini Panzerotti: o panzerotto ou panzerotti, no plural, são tipo salgados fritos e comuns de serem encontrados em vários lugares pela Itália.

Esse local é bastante conhecido ali na região e quando fui tinha bastante gente comprando. Achei bem gostoso, vale a pena experimentar!

→ Galleria Vittorio Emanuele: fica ao lado da Catedral, e é uma galeria bem bonita de se visitar, com diversas lojas e restaurantes.

Nessa galeria tem uma gelateria (sorveteria) que minha irmã gostou bastante (eu não provei), e que se chama Amorino. Eles são conhecidos por fazerem sorvetes em formato de flor.

→ Castello Sforzesco: é um castelo de Milão, que foi construído no século XV.

→ Parque Sempione: é o segundo maior parque de Milão. Ele fica atrás do Castelo Sforzesco e ali perto também tem o Arco della Pace, que costuma ser um ponto de interesse também.

→ Brera: chegou a hora de falar sobre a vida noturna! Brera é um bairro boêmio de Milão, extremamente charmoso e cheio de opções de bares e restaurantes. Super indico que vocês conheçam! ❤️

→ Navigli: é um bairro com canais super popular de Milão e que as pessoas também costumam ir à noite para ficar nos bares e restaurantes. Como fui visitar Milão numa terça-feira, o bairro estava sem vida, mas sei que o movimento maior é próximo ao final de semana, então darei mais uma chance numa próxima visita.


Transporte em Milão


Em Milão optei por usar o metrô (eu AMO metrô!). O valor era 1.50€ cada viagem (referente janeiro/2018) e no guichê da estação de metrô, vimos que tinha a opção de comprar um bilhete por 4.50€, que poderia ser usado para quantas viagens quiséssemos, dentro de 24 horas.

Compramos esse bilhete de 24 horas, e foi a melhor opção possível! Com pouco tempo na cidade, é melhor pegar o metrô para chegar mais rápido nos lugares.

Assim fica possível visitar todos esses lugares citados no roteiro dentro do mesmo dia. 😉





Hospedagem em Milão


Se nas suas 24 horas em Milão (ou mais) você tiver tempo para dormir na cidade, eu recomendo que você faça isso para deixar sua viagem mais confortável.

Pesquise sua hospedagem em Milão abaixo e boa viagem:


Booking.com

Você também pode pesquisar um apartamento no Airbnb, que é uma dica boa para quem viaja em grupo e quer economizar rachando o valor total. Se é a primeira vez que vai usar o Airbnb, clique aqui para ter desconto na sua hospedagem.

Não se esqueça que antes de viajar é preciso fazer o seguro viagem. Aqui no blog eu já dei dica de um seguro viagem barato.






Para continuar acompanhando os meus conteúdos, se inscreva no meu canal do YouTube e siga o blog no Bloglovin', assim receberá uma notificação por e-mail, sempre que tiver atualização por aqui.

Gostou do post e quer retribuir? Saiba como pode me 'pagar um café'.  ☕ 💋

  • Compartilhe:

Veja também:

0 comentários

Obrigada por comentar! =)