Como fazer sua aposentadoria por conta própria com investimentos

By Tati Bertucci - março 03, 2018

Como fazer aposentadoria por conta própria blog quero ir

Você já pensou em montar uma aposentadoria por conta própria? Nesse post você vai ver como pode fazer isso sem depender do INSS ou da Previdência Privada (PGBL ou VGBL).

Para definir o termo, a aposentadoria é a remuneração paga ao profissional que atingiu determinado tempo de trabalho ou idade avançada (além de casos de incapacidade física, morte, entre outros).

No Brasil, os trabalhadores que contribuem mensalmente com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) têm direito a esse benefício, mas provavelmente você já viu alguma matéria na TV ou alguém próximo a você comentando que esse valor não é suficiente para ter uma vida confortável.

Pois é, e mesmo assim muita gente deixa os anos passarem sem se preocuparem com o fato de que um dia não terão mais condições de trabalhar e que o dinheiro da Previdência Social pode não ser suficiente para garantir até mesmo as necessidades básicas.

E como alternativa à Previdência Social, algumas pessoas contratam a Previdência Privada em bancos. Mas o que acontece é que esses bancos pegam o dinheiro da pessoa que contratou o PGBL ou o VGBL para fazer investimentos para ela e depois repassam o rendimento, tirando uma parte para eles com o desconto de altas taxas.

Mas você que é muito inteligente e está ficando cada vez mais inteirado em investimentos como eu, já sacou que você pode fazer isso por conta própria.

Você mesmo pode investir o seu dinheiro, de forma fácil, e sem precisar dividir uma parte significativa do seu lucro com os bancos.

aposentadoria como fazer gif dinheiro


Quando começar a pensar na aposentadoria?


É ideal que você comece a juntar grana para a aposentadoria o quanto antes, ou seja, assim que começar a ganhar dinheiro. Se tem 18 anos e está começando a estagiar hoje e só dá para separar R$30,00 da sua renda mensal para isso, tudo bem, é melhor juntar algo todos os meses do que não juntar nada.

Pense que após os 35 anos de idade os gastos de uma pessoa geralmente aumentam, como por exemplo, com consertos da casa, com a criação dos filhos, e por aí vai.

Isso significa que, sem dúvida, sobrará menos dinheiro para poupar, portanto, poupe o máximo que puder DESDE JÁ!

E se você tem 50 anos ou mais e acha que está tudo perdido, não pense assim, pois é melhor começar agora, do que nunca montar sua própria aposentadoria.

aposentadoria como fazer gif dinheiro

Segundo minhas pesquisas na internet, profissionais indicam separar cerca de 5% a 10% da sua renda mensal para a aposentadoria e uma porcentagem maior caso faltem poucos anos para você se aposentar e está na hora de "correr contra o tempo".

Vamos supor que sua renda mensal hoje é de R$2.000,00. Seguindo esse exemplo, seria ideal você investir todos os meses de R$100,00 a R$200,00 para acumular um montante para a sua aposentadoria.

Só que você pode montar sua aposentadoria de uma forma muito mais estratégica, fazendo alguns cálculos.


Como criar uma estratégia para a sua aposentadoria?


Apenas separar de 5% a 10% dos seus ganhos para a aposentadoria parece algo muito simples, mas será que isso basta? Como você vai saber quando poderá se aposentar e, o mais importante, qual o valor que receberá de aposentadoria?

Se você nunca parou para pensar nisso, está na hora. Veja atentamente os tópicos a seguir.


→ Defina o seu objetivo: pense num valor que considera bom para viver confortavelmente e com quantos anos se imagina aposentando.

Não se esqueça que você não estará mais trabalhando e benefícios que sua empresa pode dar hoje como, por exemplo, plano de saúde, você mesmo terá que contratar e poderá ter gastos com remédios e outras necessidades da terceira idade.

Vamos supor que você queira se aposentar aos 60 anos de idade. Por quanto tempo fará as retiradas mensais do seu investimento para a sua aposentadoria?

A gente nunca sabe quando iremos morrer, mas é preciso fazer uma estimativa aqui. Se nesse exemplo você se imagina vivendo até os 100 anos de idade, você tem que se programar para 40 anos de retiradas mensais.

"Retiradas mensais" é o valor que você poderá sacar do seu investimento todos os meses, para usufruir como aposentado, sem interferir no montante que proporciona esse rendimento mensal.


→ Calcule o valor dos aportes mensais: o aporte mensal é o dinheiro que você vai investir todos os meses e esse valor deve ser suficiente para você conseguir se aposentar com a grana e na data que definiu no tópico anterior.

Por exemplo, se você quer receber R$10 mil por mês na aposentadoria, vai calcular qual é o valor que proporciona R$120 mil por ano somente em rendimentos, a partir da data que deseja se aposentar.

Na internet, existem várias planilhas financeiras para auxiliar neste cálculo, mas geralmente, não existe um aviso sobre considerar a INFLAÇÃO.

Nos seus cálculos, use sempre a taxa de rendimento real, que é a taxa média de rendimento da aplicação menos a taxa média da inflação, assim você terá uma visão realista do seu montante, ao invés de uma visão fantasiosa.

Considere também que o que você compra com R$10 mil hoje, não conseguirá comprar daqui a 20 ou 30 anos, no sentido de que o dinheiro perde valor.

É ideal que você opte por um investimento que renda ao menos 0,3% acima da inflação. Isso significa que se a inflação é de 0,5% ao mês, você deve investir o seu dinheiro numa aplicação que renda ao menos 0,8% ao mês.


→ Mantenha o foco: Assim que receber o seu salário, a mesada, ou qual seja a sua fonte de renda, separe na hora o dinheiro que você vai poupar e esqueça que ele existe, pois se deixar para fazer isso depois, vai acabar gastando.

Se esforce para que se torne um hábito na sua vida destinar parte dos seus ganhos para a sua aposentadoria e para a sua reserva de emergência (leia mais sobre isso no post Reserva de Emergência: o que é e como fazer uma para suas finanças).

aposentadoria como fazer gif dinheiro


Onde investir para montar uma aposentadoria?


A primeira coisa a pensar na hora de escolher o investimento é que você precisa vencer a inflação. Também fique atento à taxa de administração de cada investimento, que pode levar boa parte dos seus lucros.

Para garantir um montante maior, combine investimentos em Renda Fixa e Renda Variável.

Nos investimentos de Renda Fixa é possível prever, com base em cálculos, quanto você irá acumular após um período de tempo, porque no momento em que investe, você já sabe qual é a taxa de rendimento.

Já nos investimentos em Renda Variável, não é possível fazer uma previsão nesse sentido. Este tipo de investimento pode proporcionar lucros muito maiores do que a Renda Fixa no longo prazo, mas também pode resultar em prejuízos.

Especialistas em finanças indicam que se você ainda é jovem, e gostaria de arriscar a ganhar mais nos investimentos, esse é o período ideal, porque terá tempo de reverter eventuais perdas de dinheiro.

Contudo, não é aconselhável investir em Renda Variável para montar sua aposentadoria se você já tem mais idade e está perto de se aposentar. Nesse caso, opte pela Renda Fixa para ter a garantia de lucro nos seus investimentos.

A seguir estão as melhores opções de investimentos em Renda Fixa para montar a aposentadoria.


→ Tesouro IPCA: é um título público que paga uma taxa de juros fixa e a variação da inflação no período, ou seja, vai proteger o seu dinheiro contra a inflação ao longo dos anos.

Existem títulos do Tesouro IPCA com diferentes datas de vencimento, você deve escolher o que tiver a data mais próxima de quando você deseja se aposentar.

Os aportes mensais são feitos simplesmente comprando o mesmo título todos os meses. Saiba mais sobre esse tipo de investimento no post Tesouro Direto: o que é e em qual título investir?


→ CDB: é um investimento tão seguro quanto o Tesouro Direto e tem a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos). Escolha as aplicações com prazos mais longos, de 4 anos, e tente contratar um retorno de juros mais inflação.

Leia mais sobre esse investimento no post CDB e LC: o que é e em qual investir?


→ LCA e LCI: também são investimentos seguros, com a garantia do FGC e com a vantagem de serem isentos do desconto do Imposto de Renda. Pesquise as taxas e compare com o retorno dos investimentos anteriores.

Para saber mais, leia o post LCA e LCI: o que é e em qual investir?


Para quem aceita risco, a seguir estão as melhores opções de investimentos em Renda Variável.

→ Ações: pode proporcionar ganhos maiores no longo prazo e é um investimento mais indicado para as pessoas mais jovens. Vá diminuindo a porcentagem de dinheiro que investe em ações quando a data da sua aposentadoria estiver próxima (alguns anos antes), para evitar perdas.


→ Fundos ETFs: são fundos cuja rentabilidade segue algum índice acionário, como o Ibovespa. Considere a mesma recomendação das ações: reduza o investimento alguns anos antes de se aposentar para limitar possíveis perdas.


→ Fundos multimercados: fundos que aplicam em títulos públicos, ações e outros papéis para diversificar o risco. Pesquise taxas de administração e prefira esses investimentos antes dos 40 anos, quando ainda há tempo para recuperar eventuais perdas.

aposentadoria como fazer gif dinheiro

Para fazer qualquer um desses investimentos, você deve procurar uma corretora de valores. Para diminuir os custos, procure uma que não lhe cobre taxas, porque os próprios investimentos possuem taxas a serem descontadas.

Você também deve pesquisar se a corretora é segura, antes de colocar o seu dinheiro nela. Para quem nunca investiu antes ou só "investiu na Poupança", o Tesouro Direto é uma ótima opção, porque lhe permite começar de uma forma fácil e com pouco dinheiro, o que é bom para quem ainda não tem nada guardado e quer criar um montante, para depois direcionar esse montante para aplicações mais lucrativas.

Os investimentos em Renda Fixa são mais seguros e não exigem tanta pesquisa sobre o Mercado Financeiro.

Já os investimentos em Renda Variável são mais indicados para quem acompanha a Economia diariamente ou para quem pode delegar as decisões de investimento para um especialista.

Leia todos os meus posts de Finanças  para obter mais informações de como cuidar do seu dinheiro e se inspirar a enriquecer. 💰

Você também pode seguir o Quero Ir no Bloglovin' para receber uma notificação no seu e-mail sempre que tiver conteúdo novo por aqui. 😎

Gostou do post e quer retribuir? Saiba como pode me 'pagar um café'.  ☕ 💋

  • Compartilhe:

Veja também:

3 comentários

  1. Boa tarde, Tati. Excelente seu artigo. Compartilhei no twitter e publiquei parcialmente no site se não se importa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar o post com mais pessoas.
      Realmente, a reprodução dos conteúdos, mesmo que parcial, se enquadra como plágio, então sempre opte por apenas compartilhar nas redes sociais. Até mais =)

      Excluir
  2. Desculpe, não publiquei apenas compartilhei.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! =)