Dicas

Viajando Barato: Trabalhe em troca de hospedagem

abril 16, 2015


viajando barato


Uma das formas de viajar barato é trocar hospedagem pelo seu trabalho e nesse post vou te dar dicas de como você pode viajar fazendo isso.

No último post da série viajando barato, eu mostrei sites de hospedagem barata e de hospedagem gratuita.

Se você deseja passar um tempo maior viajando, por exemplo de quinze dias ou então uma temporada de seis meses conhecendo bem um lugar diferente, vale a pena trocar os seus serviços em troca de hospedagem.

Dessa forma você tem uma economia enorme do que se fosse ficar esse tempo todo em hotéis ou teria que encurtar a viagem e deixar de conhecer melhor os lugares, caso não tenha dinheiro para cobrir várias diárias.

Viajando Barato: Trabalhe em troca de hospedagem


Você já pensou em morar na casa de alguém enquanto ela viaja? Existem sites de house sitting, onde você é literalmente o cuidador da casa. Normalmente casas de pessoas que vão tirar férias e viajar para longe e querem deixa-la aos cuidados de alguém. Frequentemente os donos dessas casas também têm animais.

Dessa forma, os donos não gastam dinheiro deixando seus animais em canis ou com outros profissionais, e tem a casa segura, com as plantas sendo cuidadas por você, que ficará hospedado totalmente de graça.

É uma troca de favores, onde você faz alguns serviços em troca de hospedagem em um lugar bonito onde escolher e for escolhido, morando numa casa confortável, porque uma família realmente mora ali e não são aquelas casas de aluguel onde normalmente tem móveis bem usados.

Zerar o custo com hospedagem te proporciona viajar por mais tempo e como você vai passar mais tempo em um lugar onde vai cuidar da casa, você vai conhecer os arredores com calma.

Se você acha que essa experiência é a sua cara, você pode se inscrever no site Trusted Housesitters e pagar uma taxa anual de 95.88 dólares para ter acesso aos anúncios, que também pode ser dividia em parcelas mensais de US $7.99.

Outro grande site é o House Carers, onde você pode fazer um cadastro gratuito apenas para receber as oportunidades por e-mail e quando se interessar por alguma, precisará pagar a taxa de US$50.00 para poder se aplicar.

Para ser escolhido como house sitter, você precisa preencher de forma muito simpática o seu perfil e demonstrar o seu amor por pets.

Se cuidar de casas não é a sua praia, o que acha de trabalhar em hostels? No Worldpackers você trabalha como voluntário em hostels pelo mundo em troca da sua hospedagem. Alguns hostels podem oferecer café da manhã e até um salário, mas não é a regra.

Você pode dar uma mão na recepção, limpeza, jardinagem, cozinha, trabalhar no bar, com fotografia, ser o professor de esportes, ensinar idiomas, fazer sites, cuidar das mídias sociais, entre outras atividades.

Você preenche no site o seu perfil e informa com quais das atividades você pode contribuir com o hostel. E depois é só filtrar por habilidade e ver quais hostels precisam dos serviços que você pode oferecer ou escolher direto o lugar que quer ir e ver a oportunidade ideal para você.

Quando você decide se aplicar para trabalhar em algum hostel, será pedido as informações do seu cartão de crédito, mas a taxa será descontada somente se você for aceito pelo hostel.

A taxa está em US $50 e é cobrada para cada viagem confirmada.

O World Wide Opportunities on Organic Farms, ou WWOOF, é para você que gosta ou está com vontade de se afastar do meio urbano.

No WWOOF você terá a oportunidade de trabalhar voluntariamente no campo, com a acomodação e refeições garantidas. Nas fazendas, poderão pedir para você plantar sementes, fazer adubo, cortar madeira, capinar, tirar leite da vaca, alimentar os animais e coisas do tipo.

O tempo do voluntariado você combina diretamente com o host, que pode ser curto como dois dias ou longo como seis meses. É uma forma de fazer um intercâmbio de experiências, vivendo de forma alternativa por um tempo.

Para participar, você acessa o site e escolhe o país para onde quer ir e vai aparecer o site do WWOOF para aquele país. Para ter acesso à plataforma, você paga uma taxa que vale por um ano e a taxa varia para cada país. Por exemplo, para ser voluntário em fazendas da Nova Zelândia, você paga a taxa anual de $40 NZD que pode ser paga via Paypal, assim terá acesso às oportunidades.

Tanto no WWOOF quanto no Worldpackers, as jornadas de trabalho variam de 4 a 6 horas diárias, com o restante do dia livre, além dos dias de folga para você aproveitar o destino.

Para todas as oportunidades, é importante que você tenha um bom inglês e se você anda meio enferrujado e sem grana para se matricular em um curso de inglês, veja essa dica que um americano me deu, de como ele aprendeu português sozinho em apenas 5 meses. Se um americano aprende português sozinho, porque não aprenderemos o inglês?  :)

Quais dessas oportunidades mais te inspirou? Eu também gostaria muito de saber se você já viajou ou pretende viajar de alguma dessas formas.


Me acompanhe nas redes sociais:

Veja também:

1 comentários

Obrigada por comentar! =)

Se inscreva no Canal