Avaliação de Hospedagem

Como é se hospedar no hostel Backpackers Sunset?

fevereiro 19, 2015

Em janeiro eu fiz uma viagem para Santa Catarina e durante 5 dias que fiquei em Florianópolis, estive hospedada no hostel Backpackers Sunset e nesse post vou te contar como é se hospedar lá, pelo menos o que eu achei.

Eu posso definir minha estadia da seguinte forma: estava tudo perfeito, até meu carro ser roubado. Sim, é triste e pesado, eu sei. Mas vamos começar pelos pontos fortes, para depois chegar aos negativos.

Eu fiz essa viagem sozinha e foi uma viagem à lazer. Se você ainda não viu, acesse todos os vídeos da viagem aqui. São 4 vídeos no total e tudo filmado com a minha GoPro.  :)

Então vamos começar a avaliação do Backpackers Sunset:

Localização: O Backpackers Sunset fica na Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 631 - Florianópolis/SC. Ele tem uma ótima localização, está há 10 minutos a pé da Praia Mole e 30 minutos a pé da Praia da Joaquina. É próximo também da Lagoa da Conceição, onde durante o dia é possível praticar standup paddle, caiaque, passeio de barco, entre outras atividades. Por ali também tem farmácia, bancos, restaurantes e inúmeros barzinhos. O cansativo é que o hostel está bem no topo do morro, então a subida de volta das praias e da lagoa é bem grande, e por isso que há tanta escada entre os quartos e as áreas comuns. Mas o lado bom é que lá de cima você tem uma vista ótima para lagoa, e o nome Sunset já te indica que você pode apreciar o pôr do sol de lá.

Backpackers Sunset


Vista do Backpackers Sunset para a Lagoa da Conceição

Backpackers Sunset



Conforto: O hostel tem 14 quartos diferentes: opte pelos quartos com sacada e de frente para a Lagoa da Conceição. Eu fiquei no quarto Campeche, que é misto e dividi com mais 11 pessoas. Ele é rústico, tem um banheiro e 5 ventiladores. Ele fica beeeeem lá embaixo descendo as escadas, após passar a piscina, ou seja, sem vista privilegiada rs. Outro quarto que entrei para conhecer foi o Armação, que fica mais para baixo do Campeche; ele é mais bonitinho, misto, 5 pessoas, com banheiro e ar condicionado. O pessoal que estava lá relatou que entram uns bichinhos no quarto, porque ele fica bem embaixo e mais perto da mata.

Backpackers Sunset
Quartos com sacada em frente à piscina

Backpackers Sunset


Comodidade: Restaurante/bar dentro do hostel, significa que você não precisa sair para comer fora se não quiser. Toda noite, das 18h30 às 19h30, todo hóspede tem direito a uma caipirinha grátis (pinga e limão). Os preços no cardápio não são baratos, mas também não são caros; comi uma pizza enorme e deliciosa. O café da manhã é gratuito e é servido das 8h00 às 10h00 com variedade: pães, frios, frutas, manteiga, geleias, suco, leite, café e bolo.

Backpackers Sunset
Bar e Restaurante do Backpackers Sunset

Backpackers Sunset


Limpeza: Não tenho o que reclamar da limpeza. Mesmo eu estando em um quarto com doze pessoas, o banheiro ficava em ordem.

Equipe: Galera jovem, que fala português, inglês e espanhol fluentes, mas que não gostam de problemas. A simpatia depende muito do atendente e como exemplo, se você pede informação para um é um prazer explicar tudo sobre o hostel e o que tem para fazer nos arredores, enquanto outro responde de qualquer jeito, sem olhar muito para sua cara. 

Preço: O valor varia por quarto, se é alta temporada ou não, se fez a reserva antes ou se chegou de última hora. Eu fui em janeiro de 2015, fiquei no quarto Praia Campeche e paguei a diária de R$55,00.

Backpackers Sunset
Piscina do Backpackers Sunset

Backpackers Sunset



Outras observações:

Tinham muitos gringos no hostel, no período em que fiquei, muito mais gringos do que brasileiros. Tinha gente da Alemanha, da Austrália, Estados Unidos, Argentina e por aí vai.

O WiFi é gratuito e só funciona na parte de cima: próximo à recepção onde tem uns computadores, na sala de televisão, no bar e na parte externa do bar. Em outras palavras, só não funciona escada abaixo, onde ficam os quartos e piscina. Achei isso ótimo, porque ninguém fica enfurnado no quarto para acessar a internet. Meio que força as pessoas a ficarem juntas em uma área, o que facilita a interação e socialização.

Backpackers Sunset
Sala do Backpackers Sunset

Backpackers Sunset


Um problema do hostel Backpackers Sunset, que ainda não é o pior, é a falta de tomadas que funcionam. O meu quarto, que tinham doze pessoas, era recheado de tomadas, só que todas as que tinham 3 furos que é o novo padrão, não funcionavam. Como eu não achei que ía ter esse problema viajando dentro do Brasil, não levei um adaptador e os gringos do meu quarto que tinham os adaptadores, se deram bem nas outras tomadas.

Somente na sala tinham tomadas de 2 e 3 furos que funcionavam. Na verdade lá tinham várias réguas, mas só as próximas à TV que funcionavam, tornando-as bem disputadas.

Então minha dica, não só para lá, mas para qualquer viagem que você for fazer, leve adaptadores de tomada e cargas extras se tiver. Vou seguir isso na próxima viagem.

Agora sim vou apresentar o grande e grave problema do Backpackers Sunset. Fiz minha reserva pelo Booking.com e na descrição do hostel por lá, consta a informação "estacionamento gratuito".

Backpackers Sunset


Ao chegar no hostel, notei que os carros estavam estacionados no acostamento da rodovia e já fiquei com a pulga atrás da orelha. Perguntei ao recepcionista se era ali que eu deixava o carro e ele disse que sim, que tem câmera e um vigia. O vigia realmente fica por ali, mas somente durante o dia, enquanto tem bastante movimento de carro na rodovia e no hostel.

Mas durante a noite não fica ninguém, e foi durante a noite que meu carro que era alugado foi arrombado nas duas fechaduras dianteiras e o estepe foi roubado. Eu notei o prejuízo na manhã seguinte, e o recepcionista que me atendeu no check-in não estava por lá.

Falei com uma recepcionista que não é lá muito simpática. Ela foi comigo até o carro para ver e me falou que o carro de outra moça também tinha sido violado e teve os vidros quebrados, imaginem o prejuízo.

Essa recepcionista me disse que eu devia ter deixado o carro no estacionamento da praia, que é lá que é o estacionamento de verdade, ou seja, cada um fala uma coisa. Mas imaginem vocês de novo, esse estacionamento fica na Praia Mole, há 10 minutos a pé. Eu chego a noite, deixo meu carro lá na escuridão, sem câmera, sem vigia e ainda subo a rodovia a pé no meio da noite. Se ali no acostamento que é um pouco mais iluminado e tem a câmera do hostel não ajudou em nada, como seria se eu tivesse deixado na praia?

A ação dela foi me passar o endereço para eu ir até a polícia e fazer o Boletim de Ocorrência, para eu entregar na locadora de carros depois. Só isso, porque o preju fica mesmo é com o hóspede.

Se você vai se hospedar lá, saiba que esse estacionamento gratuito não se trata de estacionamento fechado, vigiado e muito menos coberto. 

Pontos positivos: Ambiente propicio para fazer novas amizades e conhecer gente do mundo todo, bem localizado, próximo a duas praias e de vários barzinhos. Possui um restaurante/bar que proporciona comodidade de comer no próprio hostel, além do café da manhã gratuito e com variedade. 

Pontos negativos: Antipatia de alguns atendentes e o fato de mentirem a respeito do estacionamento na descrição do Booking.com e pessoalmente (não analisei a descrição em outros sites). Não há segurança para o veículo.

Avaliação Final: Péssimo Razoável Bom Excelente


Eu consegui registrar algumas coisas na câmera e dei um 360 graus no quarto de 12 pessoas (6 beliches), que muita gente tem curiosidade de ver. Então aperta o play:


Veja também:

2 comentários

Obrigada por comentar! =)

Se inscreva no Canal